10 dicas de produtividade na medicina

10 dicas de produtividade na medicina

Você acha que para ter mais produtividade na medicina precisa estar com o seu tempo 100% ocupado?

Você já se sentiu mal em algum momento do curso por achar que deveria estar “sendo produtivo” no seu tempo livre ou por se comparar com o seu colega que parece fazer milhares de coisas?

E mais, você já tentou seguir todas aquelas dicas que falam por aí como acordar super cedo, usar suplementos para melhorar a performance, se encher de café para dar uma gás nas suas tarefas?

Então hoje eu vim aqui te contar uma coisa: estar ocupado todo o tempo, fazer mil coisas e com muita intensidade sempre não é ser produtivo!

Mas então o que é ser produtivo?

Ser produtivo é fazer mais coisas, gastando menos tempo! Ou seja, você pode sim entregar o que é pedido sem necessariamente ocupar 100% do seu dia para isso.

É a otimização de você mesmo. Até porque, galera, as coisas nunca ficam mais fáceis na carreira médica, somos nós que nos adaptamos e melhoramos a versão de nós mesmos.

Quer saber como fazer isso? Então vem com a gente.

1) Constância x intensidade

Galera, quem fala que está sendo produtivo o tempo todo provavelmente está mentindo.

Eu sei que você já viu aquele colega ou médico que posta mil coisas nas redes sociais mostrando todas as tarefas que faz no dia a dia. E aí, você vai lá e se sente péssimo porque “deveria” estar fazendo todas aquelas coisas também.

Você já no outro dia começa a acordar às 5h da manhã, já mata o treino da academia, já começa o dia a todo vapor, faz mil coisas e já no segundo dia dessa rotina está cansado e desmotivado.

Se você consegue e gosta de fazer isso, tudo bem se isso funciona para você.

Mas agora, se você está tentando fazer isso para tentar ser mais produtivo na medicina, meu amigo, não é por ai o caminho.

É muito melhor ter uma constância na sua rotina, do que fazer uma semana super “produtiva” e na outra não conseguir fazer mais nada pois já está esgotado. Concordam comigo?

Se você manter a constância no que precisa ser feito, você já está na frente na maioria dos seus colegas e amigos que mostram aquela semana produtiva mas não mostram o depois disso tudo.

Por isso, constância é muito melhor que intensidade! Tente sempre dar continuidade naquilo que você se propôs a fazer e depois conta pra gente seu resultado à longo prazo 🙂

2) Planeje o seu dia na noite anterior

Visualizar o que precisa ser feito no próximo dia deixa as suas tarefas muito mais claras na sua mente.

Já aconteceu com você de estar fazendo alguma coisa e do nada pensar naquele trabalho que você precisa entregar no final da semana ou no final do mês?

Isso além de gerar mais ansiedade tira o foco do que realmente precisa ser feito no momento.

Por isso, planejar seu dia antes de dormir faz com que você veja com clareza o que precisa ser feito e, no final do dia, você pode conferir se conseguiu cumprir com as suas metas (mas claro, sem objetivos fora da realidade né pessoal).

Tenho certeza que se no final do dia você conseguiu cumprir com o que você propôs, a sua sensação de produtividade e satisfação consigo mesmo vão ser muito maiores do que apenas ir cumprindo as tarefas da faculdade no estilo “deixe a vida me levar”.

3) Faça uma lista de prioridades – e comece pelo mais difícil

Você começou a fazer a lista de tarefas do próximo dia e viu que tem várias coisas para fazer e ficou perdido em como colocar elas em ordem?

A minha dica é: comece o dia fazendo aquilo que você considera mais difícil ou aquilo que você não gosta tanto mas que é preciso ser feito (quem nunca?)

Tirando de letra aquilo que é pior já de cara, as outras tarefas do dia vão ficando mais leves de se fazer.

Pense se fosse ao contrário e você começasse a fazer as coisas mais tranquilas primeiro? O que provavelmente iria acontecer?

Você iria ficar tirando o foco do que está fazendo e iria ficar pensando naquele trabalho difícil que você precisa entregar e ainda não começou. Concorda comigo?

4) Identifique seus períodos de maior produtividade

Você já ouviu alguém falando: “Nossa eu rendo muito de madrugada, mas de manhã fico imprestável”?

Sim, existem pessoas que são mais produtivas de manhã, outras à tarde e outras à noite.

Se você tem a possibilidade de escolher um turno do seu dia para fazer as suas tarefas, tente identificar em qual momento você se sente mais disposto e produtivo.

Caso ainda não saiba, faça o teste e identifique esses momentos de maior produtividade no seu dia. Use isso a seu favor para ter mais produtividade na medicina.

Mas claro, caso sua rotina não lhe permita fazer isso, não deixe que o momento do dia seja um empecilho na sua produtividade, beleza?

5) Use ferramentas de produtividade

As ferramentas digitais podem ser grandes aliadas da nossa organização e da nossa produtividade na medicina. Elas podem te ajudar a visualizar melhor o seu dia, seus objetivos e também seus progressos.

Aqui no blog a gente tem um texto com  2 dicas de ferramentas de produtividade que a gente indica pra vocês.

Não deixem de dar uma conferida lá!

6) Durma bem

Se você é o cara que se sente super bem acordando às 5h da manhã e indo dormir tarde e, principalmente, consegue manter essa constância, ótimo, isso é muito bom pra você!

Mas, se você não é essa pessoa e precisa dormir suas 8 ou 9 horas para se sentir descansado e disposto, respeite essa característica sua.

Tem muita galera que acha que para ter mais produtividade na medicina precisa dormir menos, acordar mais cedo e começar o dia a todo vapor. Mas na realidade o que na maioria das vezes acontece é que se você for a pessoa que precisa dormir bem para se sentir disposto, pode ser que o seu dia renda até menos dormindo menos.

E aí do que adianta acordar super cedo, dormir pouco e o resto do dia ficar cansado pra caramba e não fazer nada do que gostaria?

Por isso, sempre que conseguir respeite seu horário de sono, seja dormindo mais ou dormindo pouco, mas o suficiente para descansar e sentir bem no outro dia.

7) Tenha momentos de lazer

Vamos lá, você fez a sua lista de prioridades do dia, conseguiu cumprir o que precisava, chegou à noite e o que você faz?

Procura mais algo para estar ocupado?

Não necessariamente, galera! Como eu disse antes, ser produtivo não é ser ocupado.

Por isso, se você já cumpriu o que precisava pra aquele dia ou aquela semana, por que não ver um filme ou dar uma descansada no final da noite? E claro, sem culpa ou se sentir “menos produtivo” por fazer isso.

Recarregar as energias também é essencial pra poder manter a constância e ser produtivo na medicina.

8) Elimine suas distrações

Ser ocupado não é ser produtivo. Isso vocês já sacaram né?

Mas para otimizar o tempo disponível, seria muito bom aproveitar ele da melhor forma possível.

Uma das principais distrações que atrapalham nos estudos é o celular pra grande maioria das pessoas. A vontade de dar aquela checada no Instagram ou no Whatsapp é forte, eu sei.

E, pra isso, tirar o celular da mesa de estudos, colocar no modo avião ou cronometrar o tempo podem ajudar bastante na produtividade.

Aqui no blog a gente tem um texto de como manter o foco na medicina em 4 dicas. Bora lá conferir essas dicas para ter mais produtividade na medicina?

9) Não se compare

Claro que ter inspirações de pessoas que conseguem ter mais produtividade na medicina ajuda muito, já que elas já traçaram um caminho até conseguir isso e podem te auxiliar a conseguir o mesmo.

Mas não esqueça que nem sempre o que é mostrado nas redes sociais é realmente o que aquela pessoa vive, até porque, ela já percorreu um bom caminho até chegar nesse patamar.

E, principalmente, lembre-se que a sua maior concorrência é você mesmo!

Contra o que?

Contra a sua procrastinação, desorganização e autocobrança excessiva (estar ocupado o tempo todo).

10) Melhore 1% a cada dia

Como eu disse antes, a sua maior concorrência é você mesmo!

Se você melhorar 1% por dia do que eu disse aqui nessas 10 dicas, em 1 mês você já evoluiu 30% e entre 3-4 meses você vai ter evoluído 100%.

E imagina isso até o final da faculdade então? Ninguém te segura mais!

Constância é melhor que intensidade. Lembre-se sempre disso durante a sua jornada na medicina, independente do período que você esteja.

Isso fez sentido pra você?

Então não deixe de compartilhar esse texto com os seus amigos e conferir os Mitos da Produtividade na Medicina no nosso canal no Youtube.

Até mais!

Marília Damo

 

 

 

 

 

Isso fez sentido pra você? Compartilhe este post

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no email
Compartilhar no whatsapp

Digite o email em que você quer receber o Checklist: