FINANÇAS

RESIDÊNCIA MÉDICA

FACULDADE

SÁUDE MENTAL

CARREIRA

5 erros que os médicos recém-formados cometem

5 erros que os médicos recém-formados cometem

1- Aumentar muito o padrão de vida 

Um dos principais erros que os médicos recém-formados cometem é aumentar muito o padrão de vida logo que se formam.

“Mas eu tenho que continuar com o mesmo padrão que eu tinha como estudante’’? Não, galera! Não é isso.

Você pode e deve melhorar suas condições de vida com os frutos do seu trabalho, afinal, você lutou para chegar até aqui.

O que eu quero dizer é que muitos médicos recém-formados logo de cara já começam, por exemplo, a comprar carros com um custo muito alto de manutenção, a financiar um imóvel, a aumentar MUITO o padrão de vida já no início da carreira também com refeições, roupas caras e etc

Acontece que isso tudo, muitas vezes, toma boa parte do salário do médico recém-formado ou, porque não, até mais! 

E aí o que vai acontecer? Continua com a gente e se liga nos itens abaixo:

2- Fazer dívidas e financiamentos 

O médico recém-formado que aumenta MUITO o padrão de vida logo que começa a ganhar seus primeiros salários tende a se afundar em dívidas e financiamentos em pouquinho tempo.

Quer um exemplo?

O médico vai lá e compra um carro caro, afinal, ele tem uma parte do dinheiro já e falta “um pouco” para conseguir pagar o restante. Então, ele faz um financiamento para terminar de pagar. Mas, esquece que além das parcelas, um carro caro provavelmente terá um alto custo de manutenção também.

E aí ele tem uma despesa alta, além da dívida das parcelas e os custos para manter seu padrão de vida elevado.

Assim, o médico recém-formado já começa sua carreira com dívidas e financiamentos, o que é um dos erros mais comuns que a galera comete por aí.

3- Deixar os estudos pra residência de lado

Se o médico recém-formado cometeu os 2 erros que eu citei acima, a provável consequência disso será abandonar os estudos pra residência para poder trabalhar, fazer plantões e pagar as dívidas.

Mas não galera, não há nada de errado em fazer plantão! Afinal, isso faz parte da nossa profissão.

O que eu quero dizer é que você não pode (ou não deveria pelo menos) ser escravo dos plantões para pagar as dívidas que acabou fazendo e, consequentemente, largar de mão a preparação para as provas de residência médica.

Afinal, a gente sabe que fazer uma residência é muito importante tanto para ter mais conhecimento e preparação para exercer a medicina quanto para poder ter mais liberdade de escolha e boas condições de trabalho em um cenário em que cada vez mais médicos se formam.

4- Não fazer uma reserva financeira

Quem resolve trabalhar um tempo antes de ingressar na residência médica é muito importante que faça uma reserva para depois se manter na residência. 

Você irá ganhar uma bolsa de auxílio mas, dependendo do local em que você for morar, essa bolsa não será o suficiente para suprir os seus custos.

E sim, você pode fazer alguns plantões junto, no entanto no primeiro ano de residência de algumas especialidades o tempo fica bem apertado pra isso.

Por isso, ter uma reserva pra residência é muito importante e é um erro muito comum que os médicos recém-formados cometem quando não fazem essa reserva e gastam todo o seu dinheiro num padrão de vida muito alto logo que se formam.

5- Negligenciar sua formação 

Quando o médico recém-formado não sabe lidar bem com as suas finanças e comete estes 4 erros que eu citei acima, muitas vezes ele acaba negligenciando a sua formação.

Sabe por quê? 

Porque ele vai virar escravo dos plantões para pagar o alto custo de vida e as dívidas que fez lá no início. Consequentemente, vai adiar ou não prestar provas para residência médica e deixar sua formação de lado.

Isso porque ter uma especialização aumenta sua probabilidade de escolher o local que você quer trabalhar, com o que você deseja trabalhar e também uma rotina um pouco mais “tranquila” em comparação com os cenários agitados das emergências.

Por isso galera, aprender sobre finanças é super importante.

E sabe qual o melhor momento de começar? Já na faculdade, se você estiver lendo esse texto e for estudante de medicina.

Se você já for formado, ainda há tempo de aprender a gerenciar suas finanças e não se perder em meio a esses erros que a galera comete por aí.

Então não deixe de conferir o curso Finanças Dominadas e começar a aprender agora mesmo.

Até a próxima!

Marília Damo

 

Isso fez sentido pra você? Compartilhe este post

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no email
Compartilhar no whatsapp

Digite o email em que você quer receber o Checklist: