FINANÇAS

RESIDÊNCIA MÉDICA

FACULDADE

SÁUDE MENTAL

CARREIRA

Entrevista para residência médica: 8 dicas para você mandar bem

Entrevista para residência médica: 10 dicas para você mandar bem

O processo até chegar na aprovação na residência médica geralmente passa por 3 processos: a prova (que vale a maior parte da nota), o currículo e a entrevista. 

A prova exige dos candidatos uma grande preparação, isso vocês sabem, e a entrevista não é diferente. Ela é a peça final que vai fazer com que vocês estejam com o pé lá dentro do serviço que sonham em estar.

Acontece que muitos candidatos não valorizam tanto essa etapa do processo seletivo e acabam jogando fora toda a preparação que tiverem até ali por não estudarem como funciona a entrevista e como se sair bem nela. 

Mas se você está aqui tenho certeza que vai mandar bem com as dicas que preparamos. Continua com a gente:

1- Vestuário adequado para a ocasião

A entrevista para residência médica é uma ocasião que exige que o candidato se vista com um traje social. Afinal, é um momento importante diferente do seu dia a dia em que você pode usar bermuda e chinelo caso você queira. 

Pense comigo: o que você pensaria se o seu entrevistador fosse te entrevistar assim? Você levaria ele a sério?

É a mesma situação do ponto de vista de quem está te entrevistando. Por isso, não vale a pena vacilar neste ponto.

2- Comunicação e desenvoltura

Quando estiver na frente do examinador, procure ter uma postura ereta, respeitosa e com contato visual.

Seja simpático, cumprimente a banca e sempre que algum deles estiver te perguntando alguma coisa preste atenção e olhe no olho do examinador.

Não pareça arrogante, falando gírias como “e aí, mano!” ou palavrões. Pode parecer óbvio, mas são expressões que no dia a dia são muito faladas e na hora da entrevista podem não pegar bem. 

E principalmente: demonstre segurança e confiança naquilo que está falando. Olhar para baixo, gaguejar, falar com um tom de voz baixo podem demonstrar insegurança da sua parte e não ser legal.

3- Mostre-se confiante (mas com humildade)

É muito comum que em determinado momento da entrevista o examinador teste a sua capacidade de segurança. Ele pode questionar alguma afirmação sua de modo intencional para verificar o quanto você se mostra confiante naquilo que acabou de expor. 

Neste momento é importante que você mantenha sua opinião inicial, mas tenha humildade suficiente para explicar onde embasou sua resposta mas que pode sim estar enganado e que precisaria então conferir novamente este detalhe que foi contrariado.

Se você concordar com o examinador logo de cara, irá mostrar que não está seguro com aquilo que acabou de expor. 

Porém, se você argumentar e se mostrar humilde para a possibilidade de ter se enganado e disposto a ir atrás verificar o “possível erro” irá demonstrar para a banca que você é uma pessoa que é segura mas também humilde e não o “sabixão”. 

Afinal, quem quer conviver com este tipo de pessoa que acha que sempre sabe tudo e mais que todos?

4- Saiba argumentar o porque você quer fazer parte daquele serviço

Mesmo que aquele serviço não seja o seu real desejo, no momento da entrevista demonstre que aquele local é sim a sua primeira opção.

Mostre que você se informou sobre o serviço e argumente a sua resposta exaltando as qualidades do local, como a quantidade de leitos e pacientes que são atendidos, ambulatório referência, artigo que foi escrito por um dos preceptores e como aquele local irá ser importante no seu aprendizado e na sua formação.

Além disso, evite falar que você quer aquele serviço porque é mais viável para você, mais perto de casa ou mais barato de se manter. Não é isso que os examinadores querem ouvir de você.

Não deixe de conferir: 7 dicas práticas para a escolha da residência

5- Evite falar estas coisas:

– Que está em dúvida quanto à especialidade ou ao serviço.

– Não diga que prestou prova para outras especialidades ou que está esperando ser chamado em outro local.

– Caso tenha passado em outros locais, diga que passou mas que aquele serviço é a sua primeira opção (mesmo que você ainda esteja em dúvida).

– Se o examinar te contrariar, não brigue e não teime com ele (em alguns casos ele pode fazer isso propositalmente). Mantenha a calma e a postura.

– Não deixe claro que precisa de plantões durante a residência para se manter (mesmo que isso seja uma realidade).

6- Fale sobre a sua trajetória até chegar ali

Falar alguma experiência que você superou e passou até chegar ali, com persistência, resiliência e dedicação é muito positivo durante a entrevista.

Isso porque, muitas vezes o examinador irá se identificar com alguma situação parecida com a sua e você se mostrará resiliente para lidar com as situações adversas que poderão surgir no decorrer da residência.

7- Saiba falar de suas qualidades do jeito certo

É muito comum que os examinadores peçam para os candidatos falarem de suas qualidades. A grande maioria das pessoas cita coisas como: pontualidade, dedicação, esforço e etc.

No entanto, esses são pontos básicos que qualquer pessoa deve (ou deveria pelo menos) ter.

Uma forma de você se sair bem neste aspecto é contar uma experiência sua que demonstre o seu maior diferencial. Pode ser alguma situação que você vivenciou durante a faculdade ou até mesmo alguma situação pessoal de sua vida.

8- Treine, treine e treine!

Como tudo na vida, quanto mais você treinar mais preparado estará no dia da entrevista!

Use o espelho ou até mesmo a câmera do seu celular para isso.

Liste as dicas que demos aqui e as perguntas mais frequentes que, com certeza, você terá que responder independentemente do serviço. 

Saiba defender a sua escolha por aquele hospital e aquela especialidade, sempre. Beleza?

Até a próxima!

Marília Damo

 

Isso fez sentido pra você? Compartilhe este post

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no email
Compartilhar no whatsapp

Digite o email em que você quer receber o Checklist: