O que você procura?

Os três erros de finanças do médico recém-formado

 3 ERROS DE FINANÇAS QUE O MÉDICO RECÉM-FORMADO COMETE E QUE ATRAPALHAM A SUA ASCENSÃO PROFISSIONAL

Alguma vez você já sentiu que o mercado de trabalho estava te deixando para trás ?

E se eu te contar que a causa disso pode ser alguns erros de finanças que você está cometendo ?

Nesse artigo comento 3 erros de finanças médicas que muitos médicos recém-formados cometem e que dificultam o crescimento e a efetivação deles no mercado. Não pense que eu não cometi esses erros…

Quando eu saí da faculdade, não tinha a maturidade de hoje e isso, por um bom tempo, me impossibilitou de ter uma boa saúde financeira. Entretanto, agora que consigo olhar para trás e analisar isso por um olhar mais crítico, vejo alguns grandes erros que cometi e que me atrasaram para ter uma consolidada carreira médica. Por isso, vou te contar o que eu gostaria que tivessem me contado.

PRIMEIRO ERRO – NÃO SER UM ESPECIALISTA

Uma das coisas mais comuns que acontecem quando um médico termina a sua graduação é logo começar a trabalhar dando plantões. O dinheiro começa a cair em sua conta e com isso ele começa a querer ganhar mais dinheiro, portanto pega mais plantões, o que acaba virando uma bola de neve!!

O problema é que além de esquecer completamente de estudar para a residência, ele não sente ânimo e nem motivação para fazer isso acontecer, o que dificulta a ascensão de sua carreira médica…

Ao chegar o final do ano, muito provavelmente ele não conseguirá passar onde queria, ou às vezes ele nem se quer chega a prestar a prova, dando-se a desculpa de que não precisa daquilo, de que a vida está boa.

Tudo isso , porque o dinheiro já começou a entrar na carteira…

O problema é que cada vez mais o mercado está se saturando. Até mesmo para quem é especializado, então imagina para quem não é!! A cada dia que passa se tem mais especialistas disputando por vagas de trabalho, e isso acaba te deixando fora do seu mercado de atuação. 

Então, não cometa o erro de não fazer residência, seja especialista, seja referência em uma área!!!

SEGUNDO ERRO – TER GASTOS ALTOS NA RESIDÊNCIA

Outro importante equívoco que muitos cometem é entrar na residência, começar a dar plantões, consequentemente, a ganhar dinheiro e, por não saber nada sobre finanças médicas.

esse dinheiro acaba sendo gasto de forma equivocada, principalmente por meio de financiamentos. 

Muitos compram:

Um carro importado financiado, o qual ele não tem a menor noção do valor que será necessário para manter 

Um apartamento ou alugam uma casa enorme em um condomínio. 

E tudo isso contribui para que a saúde financeira desse médico fique comprometida…

Assim, esse médico começa a se acostumar com uma vida de alto padrão, a qual o torna completamente escravo dela. O problema reside no fato de que esse profissional vai estar lotado de boletos e de financiamentos para pagar e, se ele não der vários plantões, ele não vai conseguir sair do vermelho, ou seja, ele acaba desistindo da residência para que consiga dar plantões suficientes para manter a vida de luxo que começou…

TERCEIRO ERRO – NÃO SER UMA AUTORIDADE NA SUA ÁREA

Não se engane, para atingir a ascensão da sua carreira médica, não adianta somente ser um especialista. Alguns médicos especialistas, assim que teMartelo, Leilão, Direito, Símbolo, Juizrminam a residência acabam se tornando acomodados. Por exemplo, ele entra em um hospital, trabalha somente lá, não busca outras fontes de renda, não busca desenvolver novas habilidades, gasta todo o seu salário, não empreende…

Quer saber onde isso leva ? 

Muitos hospitais têm aderido a grandes planos que trazem toda uma equipe para trabalhar e acaba saindo muito mais barato para essas instituições pagarem essas equipes do que contratar você, o que pode fazer com que você, caso não tenha características diferenciais, como ser uma autoridade médica em uma determinada área, fique à mercê do hospital.

O que você deve buscar fazer então ?

Ao terminar a sua residência, especialize-se ainda mais. Torne-se uma referência/autoridade, comece a investir em cursos, dê palestras, seja um conteudista digital, empreenda em outras áreas, resumindo: diversifique a sua atuação, o que promoverá, assim, a diversificação da sua fonte de renda!!!

Assim, de forma bem resumida, não caia nesses 3 erros:

  1. Não ser um especialista
  2. Ter altos gastos na residência
  3. Não ser uma autoridade na sua área

Isso fez sentido pra você? Compartilhe este post

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no email
Compartilhar no whatsapp