Investir com renda de estudante é possível?

Investir com renda de estudante é possível?

Hoje em dia o estudante de medicina já consegue ter fonte de renda na faculdade, a gente já até ensinou como. Mas é normal você se questionar se é possível investir com renda de estudante, que muitas vezes não é tão alta.

Então, é possível sim investir com renda de estudante. Por isso, hoje vou mostrar pra vocês como isso é possível, com alguns exemplos pra comprovar. Aproveita e já confere também o Finanças Dominadas, pra ficar craque no assunto!

Vambora, então?

Devo pagar meu boleto ou investir com renda de estudante primeiro?

Esse é um assunto que já rodou muito aqui no Além da Medicina, mas sempre bom relembrar. Sempre tente quitar todas as dívidas e pendências o mais rápido que puder.

Claro, nem sempre vai conseguir tão rápido, ainda mais valores altos, como curso preparatório pra residência ou festa de formatura. Apesar disso, busque fazê-lo o mais rápido que conseguir.

Isso, porque existe uma coisinha chamada juros. Por isso, as suas dívidas ficam cada vez maiores. Então, você, de certa forma, vai estar perdendo dinheiro quanto mais demorar pra pagar as contas.

Mas por onde começar a investir com renda de estudante?

Bom, a gente já te ensinou por onde começar, checa aqui. Aproveita e confere o vídeo com a explicação aí embaixo, pra ficar bem amarradinho!

Pra dar uma resumida, os pontos chave são:

1 – Escolher uma corretora

2 – Criar uma conta

3 – Transferir dinheiro pra sua conta na corretora

4 – Investir com renda de estudante

Já existem diversas opções de corretoras com taxas gratuitas para várias operações, então fica ligado na hora de escolher uma! Ainda assim, se quiser conversar sobre, chama no DM lá no nosso Insta.

Mas como fazer essa quarta dica com pouco dinheiro?

De fato, investir com renda de estudante pode parecer um bicho de sete cabeças, mas não é! Além disso, você tem um grande aliado ao seu favor, o tempo. 

Por causa do tempo, a tendência é que você seja beneficiado pelos juros compostos. Ou seja, a valorização vai incidir sobre valorizações prévias, de maneira a aumentar cada vez mais o retorno.

Entendido isso, é legal você fazer uma pausa e conferir como fazer investimentos, pra gente seguir nossa conversa.

Ah, e a partir daqui eu vou considerar que você já fez a sua reserva de emergência, tá? É o primeiro passo, importante você ter uma garantia caso algum investimento não caminhe como planejado!

Então, vamos lá que vou dar os exemplos de como investir com renda de estudante que eu prometi. Absolutamente nada aqui é recomendação, tá? São só exemplos pra mostrar que é possível você investir com aquela renda de 500 reais que ganha pra cuidar do Instagram de algum médico.

Alguns exemplos de ações que você pode escolher

Se considerarmos que você vai investir esses 500 reais do nosso exemplo todo mês, podemos falar de algumas empresas. Vou usar os preços de agora, dia 24 de maio de 2020, ao redor de 17 horas, pra vocês verem que é verdade.

1 – ITSA4: R$ 10,86

2 – ITUB4: R$ 29,37

3 – GRND3: R$ 9,33

4 – TAEE4: R$ 13,38

5 – MGLU3: R$ 20,00

6 – LAME4: R$ 19,48

7 – VVAR3: R$ 12,47

8 – GGBR4: R$ 32,91

9 – BRFS3: R$ 26,25

10 – GOLL4: R$ 25,03

Tá bom 10 exemplos, né? Esses aí eu peguei aleatoriamente no Status Invest (mais uma vez, não são reomendações), mas como você pode ver, existem vários papéis que você pode comprar com 500 reais por mês.

Não esquece que você não precisa comprar um lote inteiro (100 ações). Você pode comprar ações fracionárias, aí consegue comprar por unidades!

E se quiser investir com renda de estudante em algo além de ações?

Eu usei as ações como exemplo pra provar meu ponto. No entanto, se você quiser comprar renda fixa, fundos imobiliários ou o que for, é possível sim você investir.

Uma opção caso o dinheiro não seja suficiente, é fazer aportes bimestrais em vez de mensais. Com isso, você consegue juntar os ganhos de 2 meses e aumentar o valor do aporte.

Mas fica ligado, é essencial que você estude e saiba bem o que está fazendo com o seu dinheiro.

Bom pessoal, o objetivo hoje era mostrar que é possível investir com renda de estudante. Acho que foi cumprido, né? Então não espera ganhar seu CRM pra começar! Já vai estudando e aplicando os conhecimentos na prática. Use o tempo a seu favor e colha os resultados lá no futuro!

Só não esquece que você precisa ficar ligado na declaração de imposto de renda. Mas fica tranquilo, declarar não significa que você precise pagar algo.

É isso, desejo sucesso para as carteiras de investimentos de vocês. Se precisarem de conselho ou ajuda, só dar um alô que estamos aqui!

Grande abraço,

Eric Slawka

 

Isso fez sentido pra você? Compartilhe este post

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no email
Compartilhar no whatsapp

Digite o email em que você quer receber o Checklist: