O que é FIES e será que vale a pena?

O Fundo de Financiamento Estudantil, o famoso FIES, é um programa do MEC. Ele foi criado lá em 2001, para financiar estudantes de cursos superiores pagos. Ou seja, o FIES ajuda alunos a pagar a faculdade.

Mas o que é um financiamento?

O financiamento é um sistema de crédito, e o FIES não foge à regra.

Mas crédito não era o nome do cartão? Então, a lógica é bem semelhante. Quando você passa o cartão de crédito, o dinheiro continua na sua conta. Até aí mil maravilhas, até que chega o boleto com todos os gastos pra você quitar.

O financiamento é como se fosse um cartão de crédito com boleto láaaa na frente. Então você recebe um empréstimo e precisa quitar por parcelas ou no final da vigência do acordo.

Talvez tenha ficado confuso, então vou simplificar ainda mais pela lógica do FIES. Você pega dinheiro emprestado pra pagar a faculdade. Quando se formar, você precisa devolver o dinheiro. Basicamente, o FIES é isso.

Isso quer dizer que com o FIES eu vou pagar a faculdade só depois de formar?

A lógica do financiador é lucrar em cima do empréstimo. Por isso, geralmente é cobrado um juros em cima do valor financiado.

Em 2017, o FIES foi reestruturado, e hoje já permite juros zero. Mas isso vai depender da condição econômica de cada aplicante.

O foco do FIES é auxiliar estudantes com rendas familiares mais baixas. Então, esse mecanismo novo foi criado exatamente para facilitar aqueles com maiores dificuldades. Além disso, existem regras específicas para pagamento. Mas pra isso tudo, é melhor você checar direto na fonte, no site do FIES.

Como participar?

Uma vez mais, existem regras específicas aqui. As principais são:

1- Fazer ENEM

2- Média aritmética das 4 provas maior ou igual a 450

3- Não zerar a redação

4- Renda familiar mensal bruta de até 3 salários mínimos por pessoa

O FIES cobre toda a mensalidade da faculdade?

É aqui que entram as diferenças da faculdade de medicina. A cobertura do FIES é calculada levando em conta basicamente a renda familiar e o valor e a qualidade do curso.

Então a cobertura vai depender de vários fatores individuais, mas sabendo o valor e o conceito da sua faculdade de medicina, você pode simular.

Mas fica ligado, hoje em dia o percentual de financiamento mínimo é de 50%. Com isso, você precisará pagar metade da mensalidade caso consiga essa porcentagem mínima.

Mas afinal, FIES vale a pena?

Na realidade, essa é uma escolha bem individual. Existem casos em que irá ser a melhor decisão que o futuro médico já fez, e há aqueles que foi um grande erro assinar o contrato. Vai depender de você!

Alguns fatos que influenciam na decisão:

1- Só pode exercer a medicina quem se forma

2- Medicina é um curso tipicamente caro

3- Existem formas de ganhar dinheiro durante a faculdade 

4- Você tem a possibilidade de receber bons salários na medicina e os plantões podem ajudar a complementar renda

O mais importante é você pensar bem se aquela é a melhor decisão pra você. Então pensa bem, converse com eventuais familiares que vão pagar o resto da mensalidade e vê se vale a pena pra você.

Se precisar de conselho, dá um alô lá no nosso Insta, que a gente tenta ajudar!

Um abraço,

Eric Slawka

 

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.