Plantão como acadêmico: é possível?

Você ainda não se formou e está doido pra dar um plantão como acadêmico, não é mesmo? Na realidade, isso é possível sim, mas claro, não é o mesmo que um plantão com CRM em mãos.

Então, toma cuidado com o que aparecer por aí, beleza? Mas pode ficar tranquilo: vou dar umas dicas pra vocês ficarem espertos e não entrarem em uma fria.

Vamos lá?

Plantão como acadêmico existe?

Uma resposta direta e fria: sim. Afinal, não tá cheio de estágio acadêmico em emergência e CTI por aí? Aliás, essa exposição à medicina de verdade é essencial pra você aprender e não se basear apenas nos conteúdos das salas de aula.

No entanto, é proibido o acadêmico ser o responsável pelo ato médico. Ou seja, é preciso que haja supervisão de um médico formado.

Assim, você pode ajudar a tocar serviço em diversos setores médicos, mas vai precisar que alguém carimbe por você. Inclusive, essa é uma ótima oportunidade de aprendizado, então tente sugar o máximo de conhecimento do seu “médico professor”.

Por outro lado, dê o seu melhor. Afinal, quem sabe não acabe surgindo uma oportunidade de emprego ou similar no futuro com as portas que você deixou aberta desde já? Mas já sei que vocês são alunos fora da curva e que aprenderam todas essas habilidades lá no MedSkill!

Tome cuidado com qualquer plantão por aí

Como eu já disse acima, você não pode ser o responsável. Com isso, é essencial que haja um médico supervisionando. E supervisionar não é deixar o carimbo com você, tá? Ele é o médico, então ele precisa avaliar e opinar em cima da conduta que você sugeriu.

Diversas vezes, não é isso que acontece. Então, não se sujeite a situações que você sabe irem de encontro às leis médicas. Isso pode sujar a sua imagem ou até mesmo te impedir de conseguir o tão sonhado CRM!

Mais vale ser correto e fazer o bem do que pegar essa “experiência”. Além disso, se não houver alguém que já saiba para opinar, como você vai saber se está errado ou não? E tal como o método de revisão nos estudos, errando também se aprende, desde que você descubra a resposta correta. Só que nesse caso, seu erro pode custar a saúde de um paciente.

Ganhando dinheiro de plantão como acadêmico

Ao dar um plantão como acadêmico, pensando nos oficiais (como estágios concursados, por exemplo), você consegue ganhar um dinheirinho – e se for sagaz já aplica outras técnicas pra ganhar ainda mais!

Quer uma dica de ouro? Já começa a investir com esse dinheiro! Pode não ser muito, mas você vai começar a criar hábito e os juros compostos vão te ajudar.

Quem sabe esse dinheiro já não ajuda a pagar a formatura ou as provas de residência? Mas também não deixe de aproveitar. Você está fazendo por merecer, então aproveita pra tomar uma com os amigos com esse dinheiro também; claro, com o que sobrar depois de já ter investido.

Mas tenha em mente que apesar do dinheiro ser bom, o principal, em muitos casos, é você melhorar como aluno e, futuramente, como médico. Caia de cabeça e de sempre o seu melhor, usando o que ver no plantão para turbinar os estudos!

Como conseguir plantão como acadêmico?

O ideal é você sempre ficar ligado nos editais de estágio que surgem por aí. Existem tanto instituições privadas como públicas que oferecem vagas para acadêmicos!

Outra opção é falar diretamente com algum médico ou professor. Nesses casos, talvez você não vá receber algum retorno financeiro, mas vai ganhar muito em conhecimento e fazer vários contatos que podem agregar valor ao profissional que você será no futuro.

Essas são as duas principais, mas não quer dizer que são as únicas. Lembre-se sempre: aluno dedicado e com habilidades além da medicina sempre conseguem essas oportunidades!

Bom, pessoal, por hoje era isso que eu queria falar com vocês. Espero que vocês consigam o tão sonhado plantão como acadêmico, sempre com cuidado pra não acabar fazendo algo errado, tá? Se precisarem de algo, só chamar lá no nosso Insta!

Grande abraço,

Eric Slawka

 

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.