FINANÇAS

RESIDÊNCIA MÉDICA

FACULDADE

SÁUDE MENTAL

CARREIRA

Residência médica: por que só ler apostila não te leva à aprovação?

Residência médica: por que só ler apostila não te leva à aprovação?

É muito comum que a galera que começa a estudar para as provas de residência médica fique um pouco perdido no início da preparação, principalmente quanto aos métodos de estudo e às revisões.

Afinal, muitas vezes durante a graduação a gente acaba estudando para as provas da faculdade mas não montamos um cronograma de revisões espaçadas para consolidar a matéria que estudamos a longo prazo.

Mas, a gente sabe que para a preparação para as provas de residência, apenas estudar sem revisar a matéria da forma certa é como colocar o tempo que gastamos no lixo. Isso porque, daqui a um tempo, provavelmente iremos esquecer grande parte daquele conteúdo se ele não for revisado da maneira certa.

Quem nunca passou por isso já? Aposto que a grande maioria de vocês, senão todos.

E aí vem a grande dúvida da galera: devo ler as apostilas do cursinho para estudar ou revisar a matéria? 

E eu já adianto pra vocês a resposta: na grande maioria das vezes, não!

Quer saber o porquê? Então vem com a gente!

1) Por que só ler as apostilas não é um bom método de revisão?

Quando estamos vendo uma aula ou lendo a matéria em livros ou apostilas, nós estamos apenas recebendo aquele conteúdo e concordando com o que o professor fala ou com o que está escrito no material, certo?

E aí, nós temos a sensação que entendemos tudo que está sendo falado e que já dominamos aquela matéria. 

E sim, ver uma aula ou ler o conteúdo em livros e apostilas é sim importante para um primeiro contato com aquela matéria para entendermos ela.

No entanto, esse é um método de estudo que nós chamamos de estudo passivo, pois neste método a gente não se envolve com os estudos.

Por isso, ver ou ler a matéria não significa aprender!

Resumindo, galera, você pode sim ver aulas e ler a matéria para entender sobre aquele assunto. Mas, quando você for revisar, dê preferência para um método ativo de estudos. 

Continua com a gente que logo mais eu vou falar mais sobre isso.

2) Quando ler as apostilas?

Vamos lá: você assistiu a aula do cursinho de preparação para a residência médica e depois de 1 ou 2 dias foi fazer as questões daquele assunto. Aí, você viu que uma parte daquela matéria caiu em algumas questões que você fez, mas só a aula que você viu não foi suficiente para você entender aquele tópico. Ou seja, ele ainda não está bem claro na sua mente.

É neste momento que você vai pegar a apostila e ler sobre aquele tópico específico que você ainda não pegou bem e não entendeu como deveria. Sacaram a ideia?

Até porque, ler a apostila de todos os assuntos que caem nas provas de residência leva tempo demais, vocês sabem bem. 

Esse tempão de leitura não compensa o quanto a gente absorve da matéria por meio de um estudo passivo, como eu falei antes.

Por isso, compensa muito mais usarmos esse tempo de leitura das apostilas para revisar com outros métodos ativos e deixar as apostilas para um segundo plano, quando realmente o assunto não ficou bem claro durante as aulas. Beleza?

3) Como revisar então?

A melhor maneira de revisar é por meio de métodos de estudo ativo. Mas você sabe quais são eles?

O estudo ativo é feito de diversas formas, como questões, ensinar para alguém a matéria, resumos, flashcards, mapas mentais e etc.

Mas, para as revisões para as provas de residência médica, a gente indica principalmente fazer questões como forma de revisão ativa.

As questões são a melhor forma de você ver o que as instituições cobram daquela matéria, como é e o que sobre o conteúdo eles costumam pedir.

 Além disso, por meio dos seus acertos, você consegue quantificar seu aprendizado naquele conteúdo e programar as próximas revisões conforme o grau de dificuldade.

Muito melhor, né? 

4) Se apenas ler as apostilas não leva à aprovação, como consigo alcançá-la?

Não existe uma fórmula mágica para isso galera! Se vocês souberem de alguma, me contem 😂.

Mas conseguir organizar uma rotina de estudos que você consiga ter constância, revisar com questões, metrificar seus acertos e programar revisões espaçadas de acordo com o grau de dificuldade já é um boom caminho. 

Ou seja, método + esforço.

Quer aprender mais sobre como se preparar para as provas de residência médica?

Então não deixe de ver o Ajuste de Rota que o Além da Medicina preparou para te ajudar a estar entre os 5% aprovados nas provas. Bora lá?

Espero ter ajudado, até a próxima!

Marília Damo 

Isso fez sentido pra você? Compartilhe este post

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no email
Compartilhar no whatsapp

Digite o email em que você quer receber o Checklist: