Mudanças na medicina: como se adaptar?

Mudanças na medicina: como se adaptar?

As mudanças na medicina acontecem o tempo todo. Por isso, você precisa estar atento a elas e saber se adaptar também! Hoje, vou falar um pouquinho com vocês sobre esse tema, focando em 3 grandes mudanças na medicina que aconteceram de uns tempos pra cá, beleza?

Eu não vou ficar entrando em número e porcentagens. No entanto, se vocês tiverem curiosidade, dá um checada nesse vídeo aqui, que o Victor passa uns números pra vocês

Vamos lá, então?

As 3 principais mudanças na medicina

Aumento das horas trabalhadas

Segundo dados, uma das grandes mudanças na medicina é o aumento das horas trabalhadas. Com isso, jornadas acima de 60 ou até mesmo 80 horas semanais são cada vez mais comuns.

Para pra pensar aqui comigo. A semana tem 7 dias, certo? Assim, se você dividir essas 80 horas pela semana, são quase 12 horas por dia. Ou seja, é como se você trabalhasse de 8 às 20 TODOS os dias.

Pesado, né?

E não estou falando só de residência ou recém formados. Esses dados demográficos incluem médicos que já tão na praça há um tempo.

Número de vínculos crescente

Quando você trabalha em um local, estabelece um vínculo com ele. Seja qual for o tipo da contratação, é um vínculo. Quando assume um novo trabalho, estabelece um novo vínculo com o novo local.

Assim, dizer que o número de vínculos é cada vez maior, é o mesmo que falar que os médicos precisam trabalhar em mais lugares. Isso é bem condizente com o aumento de horas trabalhadas.

Ainda assim, é mais um demonstrativo que as mudanças na medicina estão tornando a jornada de trabalho do médico cada vez mais longa e cansativa. 

Com um maior número de vínculos não apenas fica mais cansativo, mas também é mais tempo se deslocando e longe da família e mais complicada a questão financeira, já que o salário vem de fontes diferentes. Por isso, você vai precisar ser organizado, o que pode ir treinando desde já.

Menor remuneração

Parece meio paradoxal, não é mesmo? Os médicos estão trabalhando cada vez mais e ainda assim a remuneração média é menor?

Pois é. Segundo dados, 65% dos médicos ganham menos de 21 mil reais. Eu não to falando que isso é pouco dinheiro. No entanto, é nítido que a média está diminuindo, considerando o histórico salarial da medicina.

Resumindo as 3 principais mudanças na medicina

Se eu precisar resumir as mudanças na medicina em 4 palavras, sabem quais seriam? Mais trabalho, menos salário.

Em suma, a tendência é trabalhar cada vez mais e em mais lugares e ainda assim ganhar menos, comparativamente com antigamente.

Com isso, escolhas profissionais e financeiras bem feitas são cada vez mais importantes. Não seja um dublê de rico!

E como se adaptar às mudanças na medicina?

Existe mais de uma maneira, com certeza. Ainda assim, vou focar só em uma, que a gente tanto prega aqui no Além da Medicina.

Focar no consultório próprio e nos atendimentos particulares é uma boa forma. Dessa maneira, você consegue controlar seus próprios horários e estabelecer os seus preços.

Se não se incomoda com jornadas mais longas, pode atender mais pacientes a um preço menor. Se prefere trabalhar menos, pode atender menos e cobrar mais caro. E por aí vai.

O seu consultório te dá liberdade, e é exatamente isso que você vai aprender lá no MCP. Vale conferir, dica de amigo!

Bom, pessoal, por hoje era isso que eu queria conversar com vocês. Espero que vocês consigam se adaptar às mudanças na medicina e terem sucesso profissional! Se precisarem de ajuda, só chamar lá no Insta.

Grande abraço,

Eric Slawka

 

Isso fez sentido pra você? Compartilhe este post

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no email
Compartilhar no whatsapp

Digite o email em que você quer receber o Checklist: